16 de julho de 2008

T-U-D-O de bom (ou: Heath Ledger bem que merecia um Oscar póstumo)


São tantas coisas para falar sobre The Dark Knight (aqui, Batman - O Cavaleiro das Trevas), que estréia mundialmente agora dia 18.

Primeiro de tudo, eu tive a oportunidade de assistir à pré-estréia realizada pela Warner. Assumo que estava um pouquinho resistente. Gosto muito do Batman (E do Christian Bale, gato e competente as always) e achei Batman Begin lento, arrastado, apesar de estar consciente da importância desse filme particularmente para a saga. Mas me dei mal! (no bom sentido). O Cavaleiro me prendeu do começo ao fim. Sai do cinema falando baixinho vários palavrões. :)

Segundo. Pode até ser um crime comparar. Mas o Coringa de Heath Ledger está impecável, diria que melhor do que o interpretado por Jack Nicholson. Realmente, uma atuação digna de Oscar. Desde a primeira aparição você pensa: puta que o pariu esse cara!! A escolha foi perfeita.

Mas aí eu coloco a mão na consciência e pondero que o primeiro Batman estava muito mais para uma comédia de humor negro estilo Beetlejuice (aliás, ambos do meu adorado Tim Burton) do que para um filme de ação. Daí a interpretação caricata do gênio indomado Nicholson.

Ledger não. Ele é louco de verdade. Digno de um ex-interno do Asilo Arkham. Seu estalar de língua dá nervoso. Suas viradas de olhos, idem. E sua explicação sobre o que é ser um vilão de verdade é o que é. Acredito que a Academia não vá considerar os apelos por uma indicação póstuma ao Oscar, mas que ele merecia, merecia. Dá até dor no coração pensar que não veremos mais esse ator, que até já fez coisas medíocres (como o bestinha, porém inspirado em Shakespeare, 10 Coisas Que Eu Odeio em Você), em mais nenhum filme...

Além de tudo, o elenco todo de The Dark Knight é muito bom. Michael Caine, Meggie Gyllenhall (aliás, acabo de descobrir que meu marido a considera suuupersexy), Gary Oldman, Morgan Freeman, Aaron Eckhart (Obrigado Por Fumar!) e até uma pontinha do promissor Cillian Murphy (afinal, o Espantalho aparece apenas de relance nesse filme).

Só mais um aparte: prefiro a Gotham City de Burton. É mais irreal, mas mais sombria, lúdica, linda.

Para os tecnólogos: vejam mais sobre o Dark Knight (com um levezinho spolier de nada) no Zumo!

2 comentários:

Tania disse...

Tô doida pra assistir esse filme!!!!!!!!!!!!!!!!!
Agora, mais ainda!
Adorei sua forma de escrever...voltarei aqui mais vezes, se assim que permitir ;)
Beijos!

Re Mesquita disse...

Claro, Tania. Volte sempre!

Beijos