13 de abril de 2008

Espelho, espelho meu!



Ok. Preciso fazer DOIS comentários sobre o Miss Brasil, que está sendo transmitido essa noite pela Bandeirantes (na verdade eu teria vários, mas dois são os principais).

1) Precisava contratar um coreógrafo gringo pra essas meninas? 95% delas não falam inglês. Aliás, pelas minhas contas (de mentirinha, mas pelo que elas próprias andaram falando nas matérias que passam durante o programa), 70% nunca nem esteve em um museu. Então, ponto para elas terem conseguido registrar a coreografia e tudo o mais.

2) Sem querer ser hipócrita mas... alguém me diz quem autorizou o Grabriel Pensador a tocar, ao vivo, uma música que faz apologia à maconha em pleno concurso de Miss Brasil?? Peloamor, né? Parece piadinha interna de mau gosto. O concurso não defende os conceitos de família, propriedade, amor ao próximo e etiqueta?

Ah, só mais uma coisa: espero do fundo do coração que a miss "Cara de Cavalo" Rio Grande do Sul não vença essa porcaria...

Update: a cara de cavalo, óbeveo, é a Miss Brasil. Ô povinho...

Um comentário:

Monica disse...

Ai, gente, olha esse juri totalmente qualificado do concurso. Raul Gil, Márcia Goldschmidt, diretora de marketing da AMBEV...Depois que vi esse pessoal e imaginei seu critério de avaliação, percebi que qualquer uma poderia ganhar, até a tradutora de Libras, se bobeasse.